iPads, Watch e Fitness+ no Brasil: os lançamentos da Apple além do iPhone

iPads, Watch e Fitness+ no Brasil: os lançamentos da Apple além do iPhone

Além do iPhone 13, a Apple aproveitou seu evento transmitido ao vivo pela internet hoje para anunciar dois novos iPads, uma nova versão do Apple Watch e um inédito serviço de treinos online por assinatura para o Brasil.

O Apple Fitness+ é uma espécie de “Netflix de exercícios”. Nos EUA, o serviço custa US$ 9,99 por mês e dá acesso a diversas coleções de aulas e treinos guiados por profissionais e famosos, de exercícios físicos à meditação.

O serviço será lançado no Brasil e mais outros 14 países até o final do ano, mas não há data exata de lançamento no país ou preço confirmado. As aulas serão todas em inglês com opção de legendas em seis idiomas — não foi divulgado se uma dessas opções será o português brasileiro.

Novo iPad básico

iPad - Divulgação/Apple - Divulgação/Apple

iPad de 9ª geração

Imagem: Divulgação/Apple

A Apple também revelou duas novas versões do seu tablet: o novo iPad básico de 10,2 polegadas e um novo iPad mini, de 8,3 polegadas.

O modelo básico agora conta com o processador A13 Bionic, que equipa o iPhone 11 e suas variações, além de suporte à internet 5G, capa com teclado anexado e à caneta Apple Pencil.

A grande novidade do modelo fica por conta da câmera frontal atualizada, que agora tem 12 MP de resolução e vem com o recurso “Palco Central”, que permite que a câmera te siga pelo ambiente durante uma vídeo-chamada.

O visual, porém, é o mesmo do iPad clássico, incluindo as bordas grossas e o leitor de impressões digitais Touch ID no botão de Início logo abaixo da tela.

No Brasil, o novo iPad básico será vendido em versões de 64 GB e 256 GB, só com Wi-Fi ou com suporte à rede de internet móvel também. Os preços começam em R$ 3.999 e podem chegar a R$ 7.099, dependendo da configuração.

iPad mini

ipad mini - Divulgação/Apple - Divulgação/Apple

iPad mini

Imagem: Divulgação/Apple

Outra novidade no mundo dos tablets é o iPad mini, que ganhou uma versão reformulada com novo visual, tela maior e recursos de ponta.

Com tela de 8,3 polegadas de LCD, o iPad mini traz como novidade o visual típico de iPad Pro, com bordas reduzidas e sem botão de Início. O leitor de impressões digitais mudou de lugar, e agora fica na lateral, integrado ao botão de ligar.

O processador é um A15 Bionic, o mesmo que equipa os novos iPhones 13. E a câmera frontal também foi trocada por um sensor de 12 MP com suporte ao recurso “Palco Central”.

Capaz de se conectar às redes 5G, o iPad mini de 2021 também tem suporte à caneta Apple Pencil e um novo formato de conector para o carregador. Em vez de Lightning, o aparelho agora usa o mais tradicional USB-C, também usado no iPad Pro.

No Brasil, o novo iPad mini será vendido com 64 GB ou 256 GB, custando, respectivamente, R$ 6.199 e R$ 7.799 nos modelos só com acesso ao Wi-Fi. Com conexão móvel, os preços ganham um acréscimo de R$ 1.600.

Apple Watch Series 7

watch - Divulgação/Apple - Divulgação/Apple

Apple Watch Series 7

Imagem: Divulgação/Apple

Completam os lançamentos a nova geração do relógio inteligente da marca, o Apple Watch Series 7. O produto será lançado no Brasil ainda este ano, mas o preço no país ainda não foi divulgado.

A grande novidade aqui é a tela, que ficou bem maior com a eliminação das bordas, sem alterar o tamanho total do produto. Ou seja, o relógio ainda pode ser usado com pulseiras mais antigas.

Segundo a Apple, a grossura das bordas foi reduzida em 40%, resultando em uma área de tela quase 20% mais ampla que no Apple Watch Series 6. Além disso, a tela agora fica sempre ativa, mostrando as horas mesmo que o usuário não mova o pulso — como alguns concorrentes, como o Galaxy Watch 4, da Samsung, já fazem.

Com a tela ampliada, cabe até um teclado padrão qwerty inteiro dentro do mostrador, além de botões maiores. A durabilidade foi aumentada com um novo cristal resistente a rachaduras e certificação IP6X, que garante proteção contra poeira.

De acordo com a fabricante, o Apple Watch 7 dura 18 horas longe da tomada e pode ser recarregado com um novo cabo USB-C que vem na caixa. O preço, nos Estados Unidos, é de US$ 399.

Read More